O bailarino português António Casalinho venceu, este sábado, o primeiro prémio da 49ª edição da Competição Internacional de Bailado de Lausanne, na Suíça, um dos mais importantes certames do mundo dedicados à dança.

O português de 17 anos, aluno do Conservatório Internacional de Ballet Annarella Sanchez, em Leiria, foi distinguido ainda com o Prémio de Interpretação Contemporânea (“Contemporary Dance Award”), pela qual receberá uma bolsa de estudo.

O bailarino brasileiro Rui Cesar Cruz venceu na mesma categoria. Este jovem do interior do Rio de Janeiro, também com 17 anos, participou no concurso com a contribuição de uma recolha de fundos lançada na internet. “Me ajudem a levar esse enorme talento ao festival de dança Prix de Lausanne. Rui Cesar Cruz é um dos cinco filhos de uma faxineira e mãe solteira. Seu enorme talento foi descoberto pela professora Patrícia Marques do Grupo Cultural de Dança – Ilha”, lê-se num canal brasileiro de angariação de verbas.

Dos 82 candidatos inicialmente selecionados, 78 chegaram à fase competitiva, que decorreu em vídeo, e 20 chegaram à Final. O júri, presidido pelo diretor do Ballet da Basileia, o britânico Richard Wherlock, selecionou seis bailarinos aos quais será atribuída uma bolsa que lhes permitirá ingressar numa escola ou companhia de dança parceira do Prix de Lausanne.

Os bailarinos portugueses Francisco Gomes e Laura Viola também tinham sido selecionados mas não chegaram ao fim.

Os 6 vencedores do Prémio de Bolsa de Estudos Prix de Lausanne 2021:

OAK FOUNDATION
António Casalinho (Portugal)

BOURSE JEUNE ESPOIR
Luca Abdel- Nour (Egito)

FONDATION ALBERT AMON
Andrey Jesus Maciano (Brasil)

FONDATION CARIS – JEUNE ESPOIR
Seojeong Yun (Coreia do Sul)

FONDATION COROMANDEL
Fuchiyama Shunhei (Japão)
FONDATION EN FAVEUR DE L”ART CHORÉGRAPHIQUE
231 – Ashley Coupal (Canadá)

Pode ser uma imagem de 2 pessoas